Home, Asia, Europe, North America, Latin America and Caribbean, Oceania, Notícias, Mapa do site


ES
PT
Início / América Latina E Caribe / Brazil / Articles / Candidato homofóbico perde disputa por Comissão de Direitos Humanos do parlamento brasileiro
lendo mapa..

Contribuidores

anonymous contributorPublicado anonimamente. (Espanhol)
ILGA Leandro Fogliatti, ILGA

Facebook

Candidato homofóbico perde disputa por Comissão de Direitos Humanos do parlamento brasileiro

in BRAZIL, 27/02/2014

Jair Bolsonaro (PP-RJ) perdeu por dois votos a eleição para escolha do novo presidente da Comissão de Direitos Humanos que aconteceu na última quarta-feira (26). O cargo, que até então era de Marco Feliciano (PSC-SP), passa a ser ocupado por Assis do Couto (PT-PR).

Antes da votação, Bolsonaro estava bem confiante e provocou militantes LGBTs que acompanhavam a votação. "Quando eu for eleito a primeira coisa que vou fazer é convocar um seminário para vocês aprenderem a serem homens! Vão ser os mais machos do país! Isso aí é falta de surra!", disse.

Couto, que também já foi critícado por ser muito conservador, garantiu que não deixará que sua opinião pessoal interfirá nas decisões tomadas na Comissão. "Sei discernir muito bem o papel do Assis do Couto pai de família, católico, do Assis do Couto homem público, parlamentar", afirmou ele. A vice-presidência ficará por conta de Nilmário Miranda do PT.

Aantecedente: Um homofóbico é candidato à presidência da Comissão de Direitos Humanos

Bookmark and Share