Home, Asia, Europe, North America, Latin America and Caribbean, Oceania, Notícias, Mapa do site
Início / Articles (WORLD) / EROTICS: questionário sobre regulação da Internet e direitos sexuais
lendo mapa..

Contribuidores

Pan Africa ILGA Apinda Mpako, Pan Africa ILGA
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Francês)
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Espanhol)
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Português)

Facebook

EROTICS: questionário sobre regulação da Internet e direitos sexuais

in WORLD, 22/03/2013

Qual o papel da internet no seu trabalho para melhorar os direitos sexuais? Quais os obstáculos, ameaças ou desafios que você encontrou online? A Associação para o Progresso das Comunicações (APC) está convidando você para participar de um questionário sobre regulação da Internet e direitos sexuais.

O objetivo deste questionário é entender como ativistas que trabalham com sexualidade e direitos usam a Internet em suas atividades, e quais dificuldades encontram para seu uso livre e pleno.

O questionário faz parte de um projeto da APC chamado EROTICS (Pesquisa Exploratória sobre Sexualidade e a Internet), que busca fortalecer a capacidade de ativistas em direitos sexuais, direitos das mulheres e igualdade de gênero para resistir à regulação de conteúdos na Internet, através do ativismo e da aquisição de conhecimentos e de habilidades.

Para participar, clique no link abaixo.

https://www.apc.org/limesurvey/index.php/17763/lang-pt-BR

O questionário contém 25 perguntas e pode ser respondido em menos de 20 minutos. Obrigado pelo seu tempo, disponibilidade e contribuição a esta iniciativa.

Para maiores informações, entre em contato com: Caroline Tagny (caroline@apcwomen.org) ou Jac sm Kee (jac@apcwomen.org)

----

Sobre o projeto EROTICS

A primeira fase do projeto EROTICS gerou uma pesquisa em profundidade com setores marginalizados da sociedade que usam a Internet no exercício de seus direitos sexuais no Brasil, Líbano, Índia, África do Sul e Estados Unidos. Os grupos participantes incluíam mulheres jovens, comunidades transexuais e ativistas lésbicas e queer. É possível fazer o download dos resultados da pesquisa aqui: http://www.apc.org/en/system/files/EROTICS.pdf .

A segunda fase do projeto, que começou em Maio de 2012 e continuará até Maio de 2014, tem como objetivo a construção de uma rede de ativistas em direitos sexuais e da Internet capaz de compartilhar conhecimento e de responder de forma colaborativa à regulação de conteúdos na Internet. Ao fomentar o crescimento de uma comunidade online de ativistas, estaremos melhor preparadas/os para enfrentar e solucionar as ameaças e o impacto de medidas regulatórias da Internet, e de avançar os direitos sexuais.

Para saber mais sobre as origens do projeto clique aqui: http://www.apc.org/en/node/7907

 

Para as versões em língua inglesa, espanhola ou francesa, clicar no correspondente ícone, no canto superior esquerdo do ecrã.

Bookmark and Share