Home, Asia, Europe, North America, Latin America and Caribbean, Oceania, Notícias, Mapa do site
EN

ES
PT
Início / Secretariado De Mulheres / Colombia / Articles / América Latina e Caribe: 4º Boletim do XII Encontro Feminista
lendo mapa..

Contribuidores

anonymous contributorPublicado anonimamente. (Inglês)
ILGA-LAC equipo de comunicacion Raquel Perez Andrade, ILGA-LAC equipo de comunicacion
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Português)

Facebook

Imagen: Por Claudia Denegri- Perú
América Latina e Caribe: 4º Boletim do XII Encontro Feminista

in COLOMBIA, 30/05/2011

“Decidimos escrever esta carta para comunicar de forma aberta e transparente uma série de considerações políticas que nos parecem ser fundamentais no processo de organização do 12o Encontro, comemorativo dos 30 anos de encontros e feminismo na região.” 12o Encontro. Feminista da América Latina e Caribe /Bogotá, 23 a 26 de novembro de 2011.

Fonte: Comissão Coordenadora Estratégica del XII Encontro Feminista Latino-americano e do Caribe

Boletim No.4

Maio de 2011
Considerações Políticas

 

Queridas feministas:
Resolvemos escrever esta carta com a finalidade de comunicar aberta e transparentemente uma série de considerações políticas que nos parecem fundamentais no processo de organização do XII Encontro, evento que comemora 30 anos de encontros e feminismo na Região. Diante destas considerações, pretendemos despir e desatar os nós, roupas, ataduras e questões que foram ou estão sendo debatidas por meio da organização de vários encontros distintos com o objetivo de retomar as discussões sobre esses nós e descobrir ou recriar formas organizativas que nos permitam avançar.
Despir...
O Encontro Feminista pertence a todas as mulheres feministas da Região e, em nosso caso particular, estamos convencidas de que sua organização coube a todas as colombianas. O Encontro não é propriedade de um grupo, nem de uma corrente de pensamento, nem de um coletivo, nem de uma tendência. O Encontro é uma expressão de nossa maior riqueza: a diversidade. Assumimos essa bandeira por sermos feministas, dentro de nossa autonomia como tal.
Ao Encontro Feminista virão todas as feministas: as mestiças, afrodescendentes, lésbicas, heterossexuais, bissexuais, trabalhadoras, participantes de organizações, de redes, ou feministas independentes, … todas as feministas. Todas feministas.
Reivindicamos a autonomia como um valor político constitutivo do sujeito feminista e lutamos por esse valor em todas as suas expressões.
Decidimos assinar nossos comunicados e em todos os espaços possíveis deixar visíveis os nomes de quem realiza as ações e tomam as decisões, para que todas possam nomear aquelas que assumiram a tarefa política de organizar o Encontro, mas também porque acreditamos que, com os nomes, valorizaremos a autoridade feminina e tornaremos possível o registro histórico.
30 años de feminismo latinoamericano y del Caribe: desatar, desnudar y reanudar
XII Encuentro Feminista Latinoamericano y del Caribe/Bogotá, noviembre 23 a 26 de 2011
Desatar…
O Encontro é um espaço aberto onde todas as feministas são bem vindas. Não estamos “cotizando” as feministas por grupos, ou por faixa etária, por raça, por etnia, por orientação sexual ou por nenhuma outra categoria.
Estamos preparando um Encontro com a ideia de receber um máximo de 1.200 mulheres da Região, incluindo as colombianas. E, com essa estimativa, estamos gerenciando os recursos suficientes para complementar o aporte solidário que cada uma das feministas que se inscrever pagará.
Como organizadoras, assumimos, entre outras, a dura tarefa de levantar fundos para apoiar a realização do Encontro. Decidimos, dessa maneira, distribuir todos os recursos gerenciados entre todas as feministas inscritas para vir a Bogotá. Decidimos, em lugar de distribuir bolsas, baixar os custos de todas que quiserem participar, ou, como algumas disseram, estaremos distribuindo bolsas coletivas: alimentação, alojamento, salas para o Encontro, materiais, comunicações, atividades culturais, a comemoração do 25 de Novembro, memórias, enfim.
Acreditamos que a definição de bolsas individuais e a decisão por quem deve ser contemplada é um processo que só pode se dar em nível nacional.
No processo de nos despir, queremos...
Reatar...
- A autonomia
- A autogestão
- A distribuição horizontal dos recursos
- A aposta na diversidade e nas interseções
- O sentido coletivo da organização do Encontro
- A autoridade feminina
- A solidariedade
- A irmandade

 

Comissão Coordenadora Estratégica
Ana Cristina González, Beatriz Quintero, Cecilia Barraza, Cris Suaza, Florence Thomas, Mónica Sánchez, Paola Salgado, Sandra Montealegre
XII Encontro Feminista Latino-americano e do Caribe

 

Bookmark and Share