Home, Asia, Europe, North America, Latin America and Caribbean, Oceania, Notícias, Mapa do site
Início / América Latina E Caribe / Mexico / Articles / Membros da ILGA em Genebra
lendo mapa..

Contribuidores

anonymous contributorPublicado anonimamente. (Inglês)
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Francês)
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Espanhol)
anonymous contributorPublicado anonimamente. (Português)

Facebook

marcado com: nacoes unidas
Membros da ILGA em Genebra

in MEXICO, 06/04/2004

Gloria Careaga-Perez

Glória Careaga Perez é psicóloga social e feminista. Desde 1979 ela é professora na Faculdade de Psicologia da Universidade Nacional e Autônoma do México (UNAM) e Co-coordenadora do El Closet de Sor Juana. Nos últimos anos ela tem focalizado seu trabalho nas questões sexuais. Ela introduziu a área de estudos da diversidade sexual na Universidade em 1998.

El Closet de Sor Juana é um dos mais antigos grupos de lésbicas do México. Começou seu trabalho com direitos humanos para mulheres com diferentes orientações sexuais desde 1992. O grupo oferece um espaço seguro para encontros e redes de contatos, providenciando auxílio, informação e outros serviços, como material para leitura, vídeo e material de pesquisa para estudantes e profissionais interessados na compreensão das questões envolvendo a diversidade sexual. O principal objetivo da organização é a capacitação das mulheres com a compreensão delas mesmas e o papel delas em relação à sociedade. A organização é definida como parte dos movimentos feminista e gay e estabeleceu links com muitas outras organizações de direitos humanos.

No México, a orientação sexual não é criminalizada. Desde 2002 a Constituição incluiu um item contra todas as formas de discriminação que inclui as preferências sexuais em relação às orientações sexuais. O governo está agora trabalhando duro junto a ONG’s na definição de uma estrutura legal para a implantação deste princípio em leis específicas. Mesmo não havendo justificativas legais para a perseguição ou sanção contra as práticas sexuais, crenças homofóbicas e ações homofóbicas fazem parte do forte machismo presente na cultura mexicana, refletindo principalmente nos programas de entretenimento, na mídia e no dia a dia.

De qualquer modo, o movimento LGBT tem uma longa história. Tem havido uma marcha anual desde 1979 e um festival LGBT há mais de 15 anos como principais atividades públicas que contribuem para a visibilidade e o trabalho LGBT. As organizações LGBT estão se incrementando e algumas outras cidades do país estão agora celebrando marchas e realizando outras atividades abertas.

Em Geneve, eu participei do painel da ILGA da América Latina e do Grupo Caribenho encontrando e participando com os diretores da delegação do Brasil.
Durante o ano passado membros do El Closet de Sor Juana participaram de encontros regionais e locais para a discussão do conteúdo e das estratégias sobre a Resolução Brasileira. Distribuindo informações e coordenando ações com a América Latina e a região do Caribe (LAC), mantendo contato por email com escritórios dos governos destes países e contato pessoal com o representante do México com as ações principais. Durante a sessão eu estabeleci contato com as delegações do México e acompanhei a discussão no plenário.

Tradução: Vânia Silva
Bookmark and Share